Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

Repertório da Lua #8

Quando era pequena e adormecia na palma da tua mão , o mundo chovia lá fora e eu despertava ali dentro , aninhada em ti .
Como o embalo musical de um berço decorado de nuvens sonhadoras e uma gargalhada inesperada de um recém- nascido , que vê cores e formas a conversarem-lhe pela primeira vez.
Dormindo aquecida na tua pele , com as mãos que de vez em quando te apertavam o corpo , como que buscando o conforto de um cobertor que traz segurança  , beijando-te sonâmbula a nuca ou ombro , fiz -nos casa reduzida á companhia de duas sombras solitárias , deitadas , dormentes , apagadas... nos braços de um sentimento terno e dependente .
Não me quis levantar e deixar-te antes do tempo e da invasão dos primeiros raios da manhã, quando o dia chega , o dia leva-te e deixa-me suspensa no ponto de interrogação carente de uma criança perdida.
O mundo novo das experiências repetidas apresentam-se em rascunhos de folhas muito mal escritas.
Algumas estão floreadas com os teus gatafunhos perfeccionist…

Mensagens mais recentes

A Lua gosta de ... Manuel Alegre

A Lua gosta de ... Nuno Júdice

Repertório da Lua #7

A lua gosta de ... Rosa Lobato Faria

Lua Livre

A lua gosta de ... Mia Couto

Lua e Youtubisses

Lua Piegas

Lua Vazia

Repertório da Lua #6